Rioforte: a empresa que nasceu da dívida (e uma explicação do tal passivo da ESI)

ESI

As audições realizadas permitem ter uma ideia do que era a Espírito Santo International (ESI), a holding de topo da pirâmide do Grupo Espírito de onde dependiam os ramos financeiro e não financeiro.

Esse conhecimento é importante porque é da descoberta do endividamento escondido da ESI e dos receios de contágio ao BES e seus clientes que nasce a intervenção do Banco de Portugal, ainda no final de 2013 que culminou com a resolução anunciada em Agosto de 2014.

As audições mostram que já desde os anos 90 que a ESI apresentava problemas financeiros resultantes de investimentos avultados no crescimento de um grupo que se estendia da América do Sul ao Oriente, do negócio agropecuário ao imobiliário. Negócios, às vezes ruinosos (também na área financeira), que muitas vezes não geravam os resultados necessários para pagar os investimentos feitos. No geral, os recursos vinham do crédito tornado acessível pelo nome Espírito Santo e pela existência de um banco na família.

Continuar a ler